Hoje sou pelo Passos. Sem ele quem me divertiria?

Um político como ele, que vive da flatulência mediática, não quer de modo nenhum perder uma rica oportunidade de estar calado, sucumbindo com facilidade a um bom disparate ali mesmo à mão de semear e a prometer-lhe mais uns segundos de celebridade e imortalidade.

Anúncios